aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘cinema’

No Dia Internacional da Mulher, homenageio uma mulher especial:

Júlia Campos nascida em 1965 na Vila Brasilândia em São Paulo, demonstrava desde criança seu amor à sétima arte.

Ela e o irmão Amaro gravavam histórias em fitas cassete para apresentar às crianças do bairro. Julia também participou de alguns comerciais de produtos.

Trabalhou como free-lance, produziu casting de elenco e até atuou como cabeleireira. O curso de cinema no SENAI foi o catalisador de sua carreira de cineasta.

Fundou com o marido a Brasilândia Filmes em 2007, ano em que deu vida ao seu primeiro curta-metragem “A loira do banheiro”, com a participação de moradores da comunidade.

Em 2010 nasceu o documentário “DNA da Brasilândia e suas histórias”, realizado pela Fundação Stickel em parceria com a Brasilândia Filmes. A Subprefeitura Freguesia/Brasilândia ofereceu o espaço da Casa de Cultura da Brasilândia para a realização do curso.

Júlia e os 18 participantes do curso foram às ruas da Brasilândia para documentar a história do bairro e entrevistaram vários moradores com mais de 50 anos de Brasa. O vídeo conta a história do bairro, através destas pessoas que testemunharam o desenvolvimento e a transformação da Vila Tiro ao Pombo em Vila Brasilândia.

Júlia Campos teve um AVC e faleceu precocemente aos 46 anos em 2011, poucos dias após receber homenagem da Câmara Municipal de São Paulo nas comemorações dos 64 anos do bairro da Brasilândia.

é isso, por fernando stickel [ 16:29 ]

arthur formado cineasta!


Meu filho Arthur formou-se em cinema na Fundação Armando Alvares Penteado – FAAP no dia 8 Fevereiro 2017.
Ele estava radiante, e nós os pais idem. O astral da cerimônia estava alto, tudo transcorreu com tranquilidade e alegria.


Os pais orgulhosos!

é isso, por fernando stickel [ 7:55 ]

hector babenco, rip

hector
Hector Babenco e Barbara Paz, 28 Dezembro 2014

Conheçia o Hector há muitos anos, mas no Reveillon de 2015, no Outeiro das Brisas, houve um contato mais próximo, pois ele e sua mulher Barbara Paz produziram uma sessão de cinema ao ar livre, e projetaram o filme “Birman” para os habitantes da praia. Meu filho Arthur, estudante de cinema, conversou um pouco com ele, na beira da praia enquanto se preparava a projeção, foi simpático e instrutivo.
Penso com carinho nele, e desejo que faça uma boa viagem.

hector 2
Hector supervisionando a instalação da “sala de cinema”.

hector 3
A projeção.

é isso, por fernando stickel [ 22:37 ]

cinema no ceu paz!

ceupaz1
Inaugurado o Circuito Spcine no CEU Paz. Serão 20 salas de cinema nos CEU de São Paulo, oferecendo programação de cinema de qualidade.
Iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.
A Fundação Stickel, como parceira do CEU Paz estava lá para prestigiar o evento.

ceupaz2
Claudia Nogueira de Lima Souza Barros e eu.

ceupaz3
Esperando a hora de entrar no cinema.

ceupaz4
A placa do Cine Paz.

ceupaz5
As torres de caixa d’água chicoteadas em oficina recente de Vera Martins, por iniciativa da Fundação Stickel.

é isso, por fernando stickel [ 9:31 ]

mad max

mad
Mad Max, no mínimo um filme lindo!

é isso, por fernando stickel [ 17:11 ]

ida e a memória dos 60s

ida
O excelente filme polonês IDA me pegou em uma veia nostálgica braba… Me lembrei muito de cigarros sem filtro acendidos com fósforos, que fumei dos 14 aos 18 anos, em plenos anos 60.
A estética fotográfica em PB, a sensualidade, aquela coisa densa, parada, tudo isto me remeteu à minha adolescência solitária.

é isso, por fernando stickel [ 18:14 ]

getúlio

getulio
Faz tempo que não comento os filmes que vi aqui no blog, mas “Getúlio” precisa ser comentado.
O filme é muito bom. Eu não diria excelente, para chegar a isso faltam algumas coisinhas.
Tony Ramos está magistral no papel do ditador/presidente, e todos os outros atores/atrizes preenchem com maestria seus papéis.
Produção e figurinos impecáveis, luz, fotografia, som, tudo excelente.
Para que o filme entrasse na categoria excelente, senti falta de um pouco do Rio de Janeiro da época, algumas cenas externas daqueles glamurosos anos 50 na Capital da República.
Vale assistir!

Eu não conhecia nenhum trabalho do diretor João Jardim, fui ver algumas coisas rápidas na internet, e gostei!

é isso, por fernando stickel [ 17:10 ]

godzilla

gojira
Veja aqui desenhos anatômicos de vários monstros, incluindo Godzilla. Muito interessante!
Aliás, gostei do filme Godzilla (Gojira)

é isso, por fernando stickel [ 9:17 ]

documentário investimento social privado

IDIS Lança Documentário Sobre Investimento Social Privado

No dia 05 Dezembro 2013, quinta-feira, acontece no Itaú Cultural, em São Paulo, o lançamento do documentário “Investimento Social Privado – O Presente é o Futuro”.
A produção conta com a participação rica e mobilizadora de 14 figuras emblemáticas do setor filantrópico no Brasil e busca estimular a ampliação e consolidação do investimento social privado no País.
Com direção do jornalista Albino Castro, que tem passagens pela TV Cultura, SBT, TV Gazeta, jornal O Globo e revista Veja, o documentário tem duração de 33 minutos e contou com o patrocínio da Alupar, Cemig e Lojas Renner, através da Lei de Incentivo à Cultura. A Fundação José de Paiva Netto colaborou com a produção e captura de imagens.
Como a ideia é ajudar a divulgar a relevância do investimento social privado brasileiro, a distribuição será ampla. “Além de estar gratuitamente disponível na internet, serão distribuídas no mínimo 500 cópias para organizações, bibliotecas e escolas de todo o País”, diz João Paulo Vergueiro, gerente de comunicação do IDIS.
Interessados em realizar o lançamento do documentário do IDIS em sua cidade, podem entrar em contato conosco pelo e-mail comunicacao@idis.org.br

Fernando Stickel é uma das “14 figuras emblemáticas do setor filantrópico no Brasil”

é isso, por fernando stickel [ 18:33 ]

lina chamie, os amigos & jimmy hendrix

amigos1
No lançamento do delicioso filme “Os Amigos”, da esq. para a direita, Luis Oliveira (estrelas Animais), treinador do Jimmy, o próprio, Sandra Pierzchalski, e a diretora do filme Lina Chamie.
Na foto de baixo, Jimmy e Dira Paes, e com os atores mirins.
Foi interessante encontrar com a Lina, que eu não via há décadas, nós fomos colegas de aula de clarineta, e depois moramos em New York na mesma época.
O reencontro veio através do Jimmy, astro do filme!!

é isso, por fernando stickel [ 11:15 ]

aventuras de pi


Não deixem de ver o excelente filme As Aventuras de Pi!

é isso, por fernando stickel [ 16:50 ]

arthur stickel


Meu filho Arthur mandou bem neste finalzinho de ano, entrou na faculdade de cinema da FAAP, se formou no colegial do Colégio Santa Cruz, e fez apresentação impecável no teatro.
Por conta de tudo isso ganhou um iPhone zero km!!!

é isso, por fernando stickel [ 11:11 ]

arthur na faap

faap
Meu filho Arthur passou no vestibular do curso de cinema da FAAP, parabéns!!!!!!!
(agora só falta passar na prova de recuperação de geografia do terceiro colegial…)
Domingo tem a primeira fase da FUVEST.

é isso, por fernando stickel [ 8:25 ]

jimmy csi

jimmy-csi
Que tipo de memória visual tem um cão? Será possível “ler” a memória de um cão, ou de qualquer outro animal?
Hoje de manhã, passeando com Jimmy Hendrix no Viveiro Manequinho Lopes totalmente deserto, em um domingo cinza, frio, sem ninguém por perto, fiquei pensando nisso, e a questão assumiu a forma de uma fantasia, um conto, uma história fantástica. Várias versões são possíveis:
Ficção científica
Eu sou abduzido por alienígenas, e a única testemunha é o Jimmy. Simultâneamente pilotos de aviões em procedimento de pouso no Aeroporto de Congonhas detectam forte anomalia magnética, suas bússolas ficam loucas por alguns segundos, o fato é reportado.
Um cientista na USP pesquisa a retenção de imagens em animais. Jimmy é encontrado vagando sozinho, seu dono desaparecido. As histórias se cruzam…
CSI
Eu sou assassinado silenciosamente com uma pancada na cabeça por um louco que se esconde no meio do mato, mais uma vez a única testemunha é o Jimmy. O cadáver não oferece nenhuma pista aos investigadores do crime. Simultâneamente a polícia de algum lugarejo distante no Canadá investiga um acidente mortal com um urso pardo, onde as únicas testemunhas são o urso e o cão da vítima. Um zoólogo/veterinário que vem investigando a memória de animais se associa a um pesquisador em bio-engenharia para tentar “ver” o que o cão da vítima viu. Novamente as histórias se cruzam…
A história se transformará em um filme, dirigido naturalmente por David Lynch. A câmera passeará ao nível do chão, investigando em “Close-up” os olhos, ouvidos e narinas da testemunha, entrando a seguir em seu cérebro e suas sinapses…

é isso, por fernando stickel [ 10:59 ]

festival curtas metragens

festival
Em Maio deste ano a Fundação Stickel em parceria com a Associação Cultural Kinoforum e apoio da Subprefeitura Freguesia-Brasilândia promoveram um curso de curtas-metragens na Casa de Cultura da Brasilândia, destinado a 20 jovens da região, que frequentaram gratuitamente o curso.

Os resultados deste curso, quatro curtas-metragens, será exibido no 23º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, que acontece entre 23 e 31 de Agosto.

Os locais de exibição e a programação se encontram no site do Festival.

Os filmes produzidos estão aqui.

é isso, por fernando stickel [ 18:17 ]

anisio campos no catarse


Melhor que a encomenda!!!
Projeto fechado antes do prazo!!!
Quem puder ainda contribua, só vai melhorar o projeto e as recompensas

anisiocarro
Documentário sobre Anisio Campos na reta final da captação de recursos!
Faltam só R$4.999 para fechar o projeto, ajude com qualquer quantia, é só clicar aqui.

:: SOBRE O PROJETO ::
Um dos maiores designers de automóveis brasileiros, Anísio Campos, o personagem central de “HOMEM-CARRO”, está prestes a completar 80 anos.
Num retrato intimista que só a filha saberá fazê-lo, a cineasta Raquel Valadares propõe documentar em um longa-metragem o cotidiano do designer e situações que sabe serem marcantes e significativas para o pai, como a realização de um novo projeto, o encontro com velhos parceiros de estrada e a visita a seus antigos locais de trabalho.

é isso, por fernando stickel [ 18:10 ]

cinemúsica

paisd
O dia dos pais me brindou com céu azul, sol e temperaturas amenas, em seguida recebemos os filhos, o neto e minha mãe, fui à cozinha e preparei “Camarão à Newbourg”. Dia perfeito!

cinemusica
… e à noite, Cinemúsica no MIS – Museu da Imagem e do Som!

O MIS, Instituição da Secretaria da Cultura apresenta CINEMÚSICA, um concerto multimídia (recital de piano + filme/cenário), resultado da colaboração da artista plástica Mariannita Luzzati e do pianista Marcelo Bratke, no domingo, 12 de agosto, às 19h. Concebido por Mariannita, a ideia é transportar o público a uma jornada auditiva e visual pelo universo musical de Heitor Villa-Lobos, fonte de inspiração de Villa-Lobos – Como em uma janela imaginária através da qual o público pudesse entrar em contato com o contemplativo em diálogo com a natureza brasileira.
 
Em 2011, o projeto foi levado a dez penitenciárias do Estado de São Paulo e um documentário (de Mariannita Luzzati) foi produzido por meio das imagens destes concertos pouco usuais, registrando momentos surpreendentes e relatando o impacto da música e da natureza levada aos presídios. Além da força da música e da capacidade de “transportamento” das cenas de natureza, o projeto levou os artistas envolvidos e os detentos a uma experiência sem precedentes a nível humanitário.
 
“Se os detentos serão reintegrados um dia à sociedade, este projeto procurou criar uma `janela imaginária` por meio da qual o  sensível e o contemplativo pudessem exercer uma ação transformadora a estas pessoas. Um momento de reflexão que ficará em suas memórias para sempre”, revela a autora do projeto, Mariannita Luzzati. “Foram momentos de grande emoção. Lágrimas e sorrisos. Esperança e reflexão. Para mim, como artista foi, este projeto mostrou que a música e a arte tem um impacto e uma função que ultrapassa o nível da estética e vai direto ao espírito humano”, completa Marcelo Bratke.
 
O documentário foi exibido pela primeira vez em Londres no Southbank Centre – Festival of the World/Royal Festival Hall e ainda em 2012 será exibido, seguido do próprio concerto, em Nova York, Roma e Basel. Também estão sendo agendadas exibições do projeto completo (filme + concerto) no Brasil.
 
MARCELO BRATKE
Pianista brasileiro radicado em Londres, Marcelo Bratke tem se apresentado frequentemente nas mais prestigiadas salas de concerto do mundo como o Carnegie Hall em Nova York, o Festival de Salzburg, o Queen Elizabeth Hall em Londres e o Suntory Hall em Tóquio, entre outros. Recentemente aclamado pelo jornal The New York Times por sua interpretação de Villa-Lobos no Carnegie Hall, Bratke está à frente do projeto Villa-Lobos Worldwide pelo qual foi premiado em Londres em 2011 com o 14th Brazilian International Press Award – United Kingdon.
 
MARIANNITA LUZZATI
Mariannita Luzzati representou o Brasil na 22ª Bienal Internacional de São Paulo e tem participado de mostras em importantes museus e instituições no Brasil e no exterior. Suas obras constam em coleções nacionais e internacionais que incluem o Museu Britânico de Londres, o Machida City Museum of Graphic Arts em Tóquio e a Pinacoteca do Estado de São Paulo, entre outros. Recentemente foi uma das artistas escolhidas para integrar a exposição “Mulheres, Artistas e Brasileiras”, realizada no Palácio do Planalto em Brasília em homenagem a Presidenta Dilma Rousseff.

é isso, por fernando stickel [ 10:46 ]

anisio campos designer

anisios
Projeto HOMEM-CARRO, documentário com e sobre Anísio Campos!!!
Reproduzo abaixo o post do blog do Flavio Gomes:

SÃO PAULO (vamos ajudar!) – É o seguinte, macacada… A Raquel Valadares, cineasta, filha do Anísio Campos, está com um projeto tão ambicioso quanto essencial para a memória da indústria automobilística brasileira: fazer um documentário sobre seu pai, o maior designer de carros que o país já teve.
Antes que perguntem os mais desavisados, Anísio está bem, forte, divertido como sempre, e faz oitentinha no ano que vem. Para as filmagens, a Raquel precisa de TODOS os carros cujos projetos/desenhos tiveram algum grau de participação seu pai. Alguns eu já indiquei, passei os contatos, a coisa vai andar. Mas para muitos outros, vamos precisar da blogaiada. Leiam o pedido dela e eu volto depois:

“Chamada pública”, ou “convocação de loucos”, ou ainda “um pedido amigo”.
Anísio Campos, designer de muitos dos carros de nossa história e meu pai, será tema de um documentário. “Homem-Carro” (título provisório) já está em produção. Pretendo fazer deste doc um filme-processo, registrando o passo-a-passo do seguinte desafio: reunir autor e obra em grande estilo.
Até onde eu contei, são ao todo 15 carros. Papai desenhou para as ruas e para as pistas, desde 1964. O momento mais prolífico foi a década de 80, em que fez, pela Dacon e pela Engerauto, sete automóveis.
Algumas de suas criações são “clássicos” e imagino encontrar com facilidade. Puma GT, Puma DKW e 828, por exemplo. Mas como fazer para localizar em São Paulo e região — ou mesmo em outras quebradas — carros como Corcel Hatch da Souza Ramos e o P.A.G. da Dacon, que também são dele?
Quero localizar carros que constituem a obra do Anísio Campos e conversar com seus donos. Quero conversar com quem sabe de alguém que conhece alguém. Ou mesmo que sabe onde os carros, mesmo abandonados, jazem. Tudo isso interessa ao meu filme. Tudo isso interessa para resgatar esta memória.
Para conseguir chegar até os donos dos carros projetados pelo Anísio é necessário tecer uma teia de relações. Para isso, a “web”. Eu conto com a colaboração de todos. Qualquer informação é preciosa!
Abraços!
Raquel Valadares

Contatos
e-mail: raqvaladares@gmail.com
Telefones: (21) 7864-5745, (21) 3269-7391, (21) 3164-4626?Nextel (ID) 10*5553?Skype (ID) kelcampos
A lista da Raquel, DOS CARROS QUE TIVERAM ALGUM TIPO DE PARTICIPAÇÃO DO ANÍSIO (não nos encham o saco, advogados, ESTOU FALANDO DE PARTICIPAÇÃO, NÃO DE AUTORIA EXCLUSIVA) é a que segue:
1967 – Puma GT DKW
1966 – Carcará (réplica única com Paulo Trevisan)
1968 – AC biposto de corrida
1970 – Tropí
1974 – AC monoposto Fórmula Super-Vê
S/data – Karmann-Ghia/Porsche, Equipe Dacon
S/data – Corcel Hatch, Souza Ramos
S/data – P.A.G. Dacon
1982 – 828
1985 – Escorpion Ergo Cabine
1985 – Escorpion pick-up
1987 – Topazzio
1988 – Nickinho
1988 – Nickão
1990 – Chubby
2005 – 828/3 (protótipo único com Ricardo Machado)
Quem tiver qualquer pista desses carros, coloque aqui nos comentários ou entre em contato direto com ela. Mas insisto: não basta vir aqui e comentar “ah, eu vi não sei onde…”. ENTREM EM CONTATO COM A RAQUEL e passem para ela suas informações. Vamos achar todos e mostrar que esta internet do capeta serve para alguma coisa útil, afinal…

é isso, por fernando stickel [ 12:08 ]