aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘bahia’

reveillon na casa dos arandis


Uma semana no paraíso!
Passamos o réveillon na gloriosa Bahia, hóspedes da Casa dos Arandis na Praia dos Algodões, Península de Maraú.
Praia limpa, enorme, vazia, boa de caminhar e em muitos trechos boa também para bicicletar.
Natureza (ainda) preservada, um privilégio!

é isso, por fernando stickel [ 14:44 ]

reveillon na bahia

fsms
Minha mãe e eu na Praia do Espelho, fotografados pela Sandra.
As férias de réveillon na Bahia foram excelentes!
Pela quinta vez Sandra e eu estivemos no Outeiro das Brisas, desta vez com a companhia da minha mãe Martha, da minha filha Fernanda e seu marido Plauto, do meu neto Samuel e minha meia-neta Aninha, pois ela é meia-irmã do Samuel.

fam
Plauto, Aninha, Fernanda e Samuel.

sandraouteiro
Sandra.

é isso, por fernando stickel [ 15:16 ]

pulinho na bahia

familia174hgppol
Foto German Lorca, anos 50.
OK, ok, lição de casa feita, missão cumprida, o ano acabou, panetones e Papai Noel, agora vamos dar um merecido pulinho ali na Bahia e já voltamos!

é isso, por fernando stickel [ 22:09 ]

reveillon 2015

rev2015
Reveillon 2015 no Outeiro das Brisas, BA
A turma toda se reuniu no bangalo do Tomás antes da ceia para a foto: Na fila de cima, da esq. para a direita, Arthur, Sandra, eu, Marco, Tomás, Marcos, Ingrid. Na fila de baixo, Zé no colo do Alexandrino, Barbara, Rafa, Silvia, Hugo e Ciça.

esp
Sandra, Arthur e eu.

esp2
Com um lindo jantar à beira da Praia do Espelho na Bahia e show de 11 minutos de fogos, comemoramos o reveillon de 2015 ao lado de amigos queridos!

é isso, por fernando stickel [ 11:45 ]

pulinho ali na bahia

Nós vamos dar um pulinho ali na Bahia e já voltamos!!!

é isso, por fernando stickel [ 11:33 ]

acidente na rio-bahia


Finalzinho de 1968, ou início de 1969 recebi a notícia de que havia entrado na FAUUSP.
Meu amigo Edo Rocha, que também havia entrado e eu, fomos pra Bahia comemorar, no meu Fusca 68 bordô.
Passamos o carnaval em Salvador, e na volta eu guiava na Rio-Bahia sob uma garoa fina, a cerca de 80 km/h, quando vi uma mancha lisa, brilhante no asfalto, logo à minha frente.
Não teve jeito, derrapei pra direita, corrigi, sambei pro outro lado e capotamos barranco abaixo.
Eu cortei o supercílio e o Edo, quando saiu do carro e subia o barranco, cortou o joelho.
Fui costurado no hospital de Jequié, meio a sangue frio, os médicos e enfermeiros foram super simpáticos e até almoço me deram.
Conseguimos uma cegonha para levar o Volkswagen semi-destruido de volta para São Paulo, entramos num ônibus e dois dias depois a vida continuou em São Paulo…

fuscajequie
Encontrei este slide hoje, guardado há exatos 45 anos e ainda com a cor razoável…

é isso, por fernando stickel [ 13:42 ]

benjamin patterson


Em Setembro de 1984 cheguei a New York para lá ficar durante um ano, e fui hóspede por dois meses na casa da minha amiga Helena Hungria, na época casada com o Fluxus-artist Benjamin Patterson.
O apartamento deles era em Washington Heights, perto da George Washington Bridge, West 165 Street.

(não sei se fui um bom hóspede, mas eles foram excelentes anfitriões…)

Para chegar ao MoMA, na 53 Steeet, por exemplo, eu demorava cerca de uma hora no subway.
Benjie, como a Helena carinhosamente o chamava, cozinhava muitas vezes para nós, e eu o supria dos “brazilian cigars” Alonso Menendez, made in Bahia, que nós degustávamos após o jantar.


Encontrei na internet esta foto recente do Ben, em uma exposição no Nassauischer Kunstverein Wiesbaden.

é isso, por fernando stickel [ 9:35 ]

reveillon 2013 bahia


Queima de fogos no Reveillon 2013, Praia do Espelho, Bahia.
Nos últimos anos, vários Reveillons passamos na Bahia:

2013 – Outeiro das Brisas
2012 – Punta del Este
2011 – Praia do Forte
2010 – Rio de Janeiro RJ
2009 – Outeiro das Brisas
2008 – São Roque SP
2007 – Ponta do Corumbau
2006 – Praia do Forte
2005 – São Paulo SP
2004 – Itacaré

é isso, por fernando stickel [ 18:35 ]

outeiro


Alguns dias de Bahia, em um bangalô no Outeiro das Brisas, indispensável!!


Visita ao Boteco do Pará em Caraíva, o melhor lugar do mundo para pastéis e caipirinhas.


No Quadrado de Trancoso.


Natureza!

é isso, por fernando stickel [ 12:05 ]

reveillon 2011 praia do forte


Reveillon 2011 no Iberostar da Praia do Forte, Bahia.

é isso, por fernando stickel [ 16:58 ]

até 2011!


Caríssimos amigos, leitores deste blog e visitantes ocasionais, faz um mês que noticiei a vocês o desaceleramento das postagens neste blog.
De fato, pude dinamizar neste período o perfil da Fundação Stickel no Facebook, algo que considero importante, pela irreversibilidade da presença das redes sociais nas nossas vidas virtuais.
Não sei ainda que outras mudanças farei em 2011, mas prometo a vocês que os deixarei informados.
Vou dar um pulinho ali na Bahia, e desejo a todos um excelente 2011!!!!!

é isso, por fernando stickel [ 16:59 ]

antonio barreto e bbb 10

barreto
O BBB-10, assim como todos os anteriores, além de prestar um desserviço ao país é ruim, mas tão ruim que eu mal forças tinha de comentar, mas alguém MUITO mais capacitado que eu o fez:

O educador Antônio Barreto, um dos maiores cordelistas da Bahia, acaba de lançar novo cordel intitulado
“Big Brother Brasil, um programa imbecil”:

Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.

Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.

Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.

Em frente à televisão
Lá está toda a família
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.

Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.

O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.

Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.

Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.

Respeite, Pedro Bial
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Dar muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.

Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social
Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.

Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.

A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.

Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.

Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.

Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.

É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.

Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.

A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.

E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.

E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.

E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.

A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.

Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.

Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?

Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal…
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal…

FIM
Salvador, 16 de janeiro de 2010
(Obrigado pela dica, Tereza)

é isso, por fernando stickel [ 12:23 ]

sandra no corumbau

sandra8
Sandra na Ponta do Corumbau, Bahia, em janeiro 2007. Calma, tranquila, introspectiva.
Exatamente o oposto do dia de hoje, seu aniversário, que ela curte como ninguém!

é isso, por fernando stickel [ 11:54 ]

peixe

peixe
Na Ponta do Corumbau, Bahia, Janeiro 2007.

é isso, por fernando stickel [ 12:43 ]

mario testino

mario1
Chove tanto em São paulo, tá tão chato o frio e a umidade, que lembrei de uma cena tropical engraçada…
Em Janeiro 2007, na Ponta do Corumbau, Bahia, o fotógrafo peruano Mario Testino fotografava um grupo de índios locais, em determinado momento, para obter maior dramaticidade ele se lança ao solo como se estivesse sendo atacado e convoca os índios:
-Me ataca!!! Me ataca!!!
É óbvio que não sobra resquício algum de selvageria nestes pobres índios…

é isso, por fernando stickel [ 0:07 ]

moralidade tupiniquim

ale
Turistas alemães são detidos após tirar roupa em aeroporto na Bahia

Qualquer pessoa bem informada conhece os hábitos dos países nórdicos, Alemanha incluida, onde no início do verão qualquer pessoa, homem, mulher, jovem, idoso, criança, vai ao primeiro parque ou praia disponível e tira a roupa para aproveitar o sol.
A nudez é absolutamente normal, não existe intenção sexual.
Aqui na tupiniquilandia um infeliz fotografou os sexagenários alemães e os denunciou à polícia, por uma simples troca de roupa.

é isso, por fernando stickel [ 18:48 ]

romeo y julieta


A vida boa na Bahia inclui longos almoços, temperados com muita abobrinha, cachaça gelada e um magnífico Romeo Y Julieta Churchill.

é isso, por fernando stickel [ 17:50 ]

a saúde e o amor


O fator mais importante para a saúde (e perder o pneu) é o amor. Férias na Bahia, ao lado da tua amada ajudam muito!
A foto é da Stella.

é isso, por fernando stickel [ 16:00 ]