aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Posts tagueados ‘arthur stickel’

rally quadrifoglio


Arthur Stickel, navegador e eu piloto conquistamos em 29/10/2017 o primeiro lugar na categoria F – Esportivos Europeus 1961 a 1970 no Rally Quadrifoglio 2017 – Circuito das Nascentes, promovido pelo Alfa Romeo Clube do Brasil, 6ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Regularidade da FBVA.


A grande vencedora, mais uma vez… Mercedes-Benz 280 SL 1970, primorosamente restaurada pela oficina A. M. Marcelo.


Na classificação geral obtivemos o segundo lugar, em um total de 56 carros participantes.

é isso, por fernando stickel [ 7:42 ]

erna e arthur no guarujá


Erna Hedwig Stickel (1889-1973) e Arthur Stickel (1890-1967), meus avós paternos na Praia do Guarujá, final dos anos 40. Eles tinham nesta foto cerca de 60 anos de idade…
Ao fundo, a ponta dos Astúrias.

é isso, por fernando stickel [ 10:12 ]

arthur formado cineasta!


Meu filho Arthur formou-se em cinema na Fundação Armando Alvares Penteado – FAAP no dia 8 Fevereiro 2017.
Ele estava radiante, e nós os pais idem. O astral da cerimônia estava alto, tudo transcorreu com tranquilidade e alegria.


Os pais orgulhosos!

é isso, por fernando stickel [ 7:55 ]

rallye caminho do mar

arthur-rallye
Largada no sábado 24/9/2016 no Jardim Botânico de São Paulo do II Rallye Caminho do Mar, 87º edição promovida pelo MG Club.
Arthur meu filho como navegador e eu piloto, a bordo do fabuloso Porsche 911 S 1975 conseguimos, apesar de um tropeço gigantesco no roteiro, obter a 19ª colocação na categoria Regularidade Master, o que não foi mal em um universo de 47 competidores.
Houveram ainda 24 carros na categoria Turismo, que participaram do passeio e não competiram.

planilha

analitico

Influíram também no resultado a falta de treino da dupla, inativa desde as 1.000 Milhas Históricas em Junho 2015, e a adaptação ao carro, com seus inescapáveis erros de velocímetro e hodômetro.

porsche5

é isso, por fernando stickel [ 12:51 ]

arthur faz 21!

arthur
Meu filho caçula Arthur completa 21 anos!!! Eu custo a acreditar… e ele, na foto ao lado da mãe Jade Gadotti, parece também não acreditar… ou ainda busca forças no além para enfrentar a vida adulta!

arth
A tchurma toda!

é isso, por fernando stickel [ 10:51 ]

stickel na abilio soares

as1

as2

as3
Minha mãe continua a encontrar tesouros… Desta vez são fotos de 1915 do interior da casa onde morou meu avô Arthur Stickel na R. Abilio Soares 49, no bairro do Paraiso em São Paulo.
O interessante são as anotações à caneta na foto, dando o endereço, mencionando Wohnzimmer, ou seja “sala-de-estar” e a orientação, sudeste, norte e oeste…

é isso, por fernando stickel [ 15:10 ]

segundo lugar nas 1000 milhas!!

1000
Da esquerda para a dir, as três equipes vencedoras na categoria geral do Rallye Internacional 1.000 Milhas Históricas Brasileiras:
Wagner e Goi com Mini Cooper Nº9 no terceiro lugar; Mario e Rogerio com Mercedes-Benz 280S Nº19, primeiro lugar; eu e Arthur com Mercedes-Benz 280SL Nº21, segundo lugar.

Enorme alegria (e surpresa!) conquistar hoje ao lado do meu filho Arthur o segundo lugar no Rallye Internacional 1.000 Milhas Históricas Brasileiras 2015.

A satisfação de constituir uma equipe eficiente e harmonica, algo por definição dificílimo. Pai piloto e filho navegador foram se aprimorando como equipe ao longo de alguns anos e quase uma dezena de provas de rallye em conjunto, conquistando no processo alguns primeiros e segundos lugares.

As regras rígidas deste rallye padrão FIVA exigiram concentração adicional de piloto e do navegador, é sabido no entanto que quem ganha rallye é o navegador.

Nosso carro, a Mercedes-Benz 280SL 1970, após longa e minuciosa preparação comportou-se impecávelmente, o que por si só é uma delícia!!!

Usufruir da organização impecável do MG Club, conviver durante cinco dias com o staff atencioso, os amigos antigos e os amigos novos, enfim foi tudo ótimo!!

taça
A taça e a equipe!

parati
A máquina vencedora em Parati, RJ.

geral
Classificação geral

Gaúchos vencem 4º Rally Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras

Rogério Franz e Mário Nardi conquistaram a terceira vitória em quatro participações.
Os gaúchos Rogério Franz e Mário Nardi venceram pela terceira vez o Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras, realizado na última semana (24 a 28/6/2015). Na 4ª edição do único rallye de carros antigos com a chancela da FIA – Federação Internacional do Automóvel eles conduziram um Mercedes-Benz 280S 1969 e perderem apenas 188 pontos.

“Nosso rallye começou em Porto Alegre, pois viemos rodando para participar da prova. Este ano foi mais tranquilo, porque começamos liderando. Para isto, o Mário passou noites em claro calculando e o resultado está aí, três vitórias em quatro participações”, comentou o engenheiro mecânico e piloto Rogério Franz. “Voltamos felizes para o Sul. Pretendemos voltar em 2016 com outro carro, pois gostamos de variar”, assegura o navegador Mário Nardi. Na primeira edição do Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras, em 2011, a dupla gaúcha venceu com Triumph TR4 1962. A outra vitória foi em 2014, daquela vez conduzindo um Mercedes-Benz 350 SLC 1973.

Depois de percorrerem 1.788 km em cinco dias de provas, passando por estradas históricas no interior de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, a maioria dos carros chegou na tarde de domingo (28/6) para receber a bandeirada de chegada no Shopping Iguatemi, na zona sul da capital paulista. “Foi um rallye nota 1000. Não deu nada errado, pouca gente quebrou, mas teve assistência. Agora vamos começar a trabalhar para o ano que vem”, avisa Eduardo Lambiasi, Diretor de Provas do MG Club, realizador da competição.

Os veículos inscritos foram divididos em três categorias, conforme o ano de fabricação. Na categoria Pós Guerra a vitória ficou com a dupla de pai e filho Ricardo e Felipe Marujo, com Jaguar XK 150-S 1959, que também ficaram em sexto na classificação final, mesmo estreando em rallyes.

“É muito gratificante você participar pela primeira vez de um rallye desses e vencer. Eu participei pelo lazer, mas o meu filho é muito competitivo. Este resultado é um estímulo para voltar no ano que vem e também participar de outras provas”, comemorou o médico e piloto Ricardo Marujo.

Na categoria 1961 a 1970 os vitoriosos foram Franz/Nardi, mas na reservada para os carros de 1971 a 1980 a glória ficou para Antonio Chambel Filho e Ney Fonseca, com Mercedes -Benz 280S 1971. “Foi uma surpresa para nós, não esperávamos ganhar, apesar de termos trabalhado forte para isto. No meio da competição vimos que tínhamos chance e fomos esmerando”, contou Chambel Filho, acostumado a participar de corridas de carros. “A confraternização e os momentos de descontração foram todos maravilhosos. E o Marcedes-Benz se comportou como um tanque Panzer, é um carro confiável e maravilhoso”, elogiou o piloto.

A melhor dupla mista foi Leandro Pimenta e Nefertiris Curi, com Fusca 1.300 1973, que ficaram em oitavo na classificação Geral e terceiro na categoria 1971 a 1980. A melhor dupla estrangeira ficou na 16ª posição, formada pelos italianos Gastone Gonzato e Silvana Bianchini, que estrearam com Porsche 911 SC 1980. Rose Salmon, a única mulher que estava pilotando levou o seu Austin-Healey BT7 1960 ao quarto lugar na categoria Pós Guerra e 29º na Geral. A dupla Maurício Marx/Carolina Vassilak, que começou competindo com Romi-Isetta 250 1958 levou o prêmio ‘Espírito do Rallye’, pela simpatia e esforço de continuar acompanhando a prova mesmo após a quebra do veículo.

Os cinco primeiros na classificação Geral foram:
1) Rogério Franz/Mário Nardi, Mercedes-Benz 280S 1969, 188 pontos perdidos;
2) Fernando Stickel/Arthur Stickel, Mercedes-Benz 280 SL Pagoda 1970, 324;
3) Carlos (Goi) Cacciatore/Wagner Saccomani, Mini Cooper S 1965, 481;
4) Christian Pons Casal de Rey/Mário Leitão, Corvette Stingray 1963, 491;
5) Antonio Chambel Filho/Ney Fonseca, Mercedes-Benz 280S 1971, 698.

Os cinco primeiros na categoria Pós Guerra foram:
1) Ricardo Marujo/Felipe Marujo, Jaguar XK 150-S 1959, 909 pontos perdidos;
2) Reinaldo Fantozzi/Thiago Almeida Prado, Thunderbird 1957, 1.672;
3) Eduardo Azevedo/Cecília Azevedo, MGB Roadster V8 1969, 5.243;
4) Rose Samon/Herve Salmon, Austin-Healey BT7 1960, 64.725;
5) Mário Andrade/Eileen Andrade, Jaguar XK 120 1960, 89.801.

Os cinco primeiros na categoria 1961 a 1970 foram:
1) Rogério Franz/Mário Nardi, Mercedes-Benz 280S 1969, 188 pontos perdidos;
2) Fernando Stickel/Arthur Stickel, Mercedes-Benz 280 SL Pagoda 1970, 324;
3) Carlos (Goi) Cacciatore/Wagner Saccomani, Mini Cooper S 1965, 481;
4) Christian Pons Casal de Rey/Mário Leitão, Corvette Stingray 1963, 491;
5) Marcelo Mantelli/Simone Bumbel, Volvo Amazon 122S 1967, 1.494.

Os cinco primeiros na categoria 1971 a 1980 foram:
1) Antonio Chambel Filho/Ney Fonseca, Mercedes -Benz 280S 1971, 698 pontos perdidos;
2) Paulo Martinelli/Paulo Martinelli Filho, BMW 2002 Tii 1973, 967;
3) Leandro Pimenta/Nefertiris Curi, VW Sedan 1.300 1973, 1.302;
4) Júlio D. Areia Filho/Letícia B. de Mello, Mercedes-Benz 280 CE 1980, 1.330;
5) Cristiano Cittadino/Urbano Muffo, BMW 33 CS 1972, 1.444.

O Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras é uma realização do MG Club do Brasil, com patrocínio de Cyrela By Pininfarina e Valisere, apoio logístico de Mercedes-Benz, Toyota e CDL Shopping Iguatemi de São Paulo e colaboração de HT Pro Nutrition, BraClean e Taj Ouro 18k.

Visite o blog das 1000 Milhas aqui.

os 3
As equipes vencedoras na categoria geral recebem as taças.

todos
Todos os vencedores em todas as categorias

é isso, por fernando stickel [ 23:34 ]

1000 milhas históricas

autorama
Alguns anos atrás ganhei do meu amigo Mario Cezar esta miniatura da Mercedes-Benz 280 SL preparada para corrida (Autorama) com “racing stripes”

pagoda
Inspirado na miniatura, preparei as mesmas “racing stripes” na vida real para participar do rallye “1.000 Milhas Históricas Brasileiras”, que se inicia no próximo dia 23/6, com meu filho Arthur no posto de navegador.

lista
A lista dos participantes, muitos deles amigos e colegas de outras 1.000 Milhas, que terei imenso prazer de rever “on the road”!!

fiva2
O rallye participa do calendário oficial internacional da FIVA.

é isso, por fernando stickel [ 16:37 ]

segundo lugar!! rallye monte verde

maqu
Foto Vera Lambiasi
A máquina!

eq
Foto Vera Lambiasi
A equipe!

Ontem, sábado cinzento sob ataques esporádicos de garoa, cerca de 20 carros clássicos largaram da Praça John Lennon na Lapa em direção à cidade de Monte Verde, em Minas Gerais.
Foi o 83º Rallye do MG Club do Brasil – Monte Verde.

monte verde
Meu filho Arthur mais uma vez me emprestou sua sabedoria como navegador, a Mercedes-Benz 280 SL 1970 “Pagoda”, desta vez equipada com a característica capopta rígida, comportou-se impecávelmente nos 450 km da prova e retorno a São Paulo. Tudo isso junto nos levou ao SEGUNDO LUGAR!!!

vl4
Foto Vera Lambiasi
Os vice-campeões!

é isso, por fernando stickel [ 10:49 ]

aniversário do arthur

niver
Aniversário de 20 anos do meu filho Arthur hoje, 17 Janeiro 2015! Conseguimos reunir toda a família, menos o Antonio e a Rubia que estão navegando…
Da esq. para a direita, Sandra com Jimmy e Bolt no colo, Plauto, Martha, eu, Arthur e Fernanda com Samuel no colo.

niver2
Arthur Jimmy e Samuel apagam a velinha!

é isso, por fernando stickel [ 7:48 ]

reveillon 2015

rev2015
Reveillon 2015 no Outeiro das Brisas, BA
A turma toda se reuniu no bangalo do Tomás antes da ceia para a foto: Na fila de cima, da esq. para a direita, Arthur, Sandra, eu, Marco, Tomás, Marcos, Ingrid. Na fila de baixo, Zé no colo do Alexandrino, Barbara, Rafa, Silvia, Hugo e Ciça.

esp
Sandra, Arthur e eu.

esp2
Com um lindo jantar à beira da Praia do Espelho na Bahia e show de 11 minutos de fogos, comemoramos o reveillon de 2015 ao lado de amigos queridos!

é isso, por fernando stickel [ 11:45 ]

bicampeões!!!!

tor
BICAMPEÕES!!!! Com 25 pontos de diferença para o segundo colocado!!!

ti1
Arthur meu filho, navegador, eu piloto na Mercedes-Benz 280 SL 1970 conquistamos hoje o BICAMPEONATO do Torneio Interlagos de Regularidade!!!
Campeões em 2013 e 2014!!

ti2
A equipe bicampeã! O melhor de tudo é que nos demos super bem nesta parceria!

ti3
Não pudemos esperar a apuração dos resultados e a premiação, mas comemoramos do mesmo jeito!!! Obrigado ao Jan Balder e equipe!

ti4
Na prova de hoje obtivemos o 4º lugar. Pena que houve um acidente com um Porsche Spyder logo no início da prova, que foi cancelada, assim apenas 3 voltas foram consideradas válidas. O Arthur estava apenas se acostumando com novas referências visuais, após a reforma da pista, quando a coisa acabou…

é isso, por fernando stickel [ 18:20 ]

rallye campos do jordão

rallyecj3

rallyecj

rallyecj2
Meu filho Arthur como navegador e eu participamos do 82ª Rallye Campos do Jordão promovido pelo MG Club, na sexta-feira 5/12 (noturno) e sábado 6/12/2014.

Mais uma vez a Mercedes-Benz 280 SL 1970 aguentou bem o tranco, incluindo chuva e frio!

A equipe funcionou perfeitamente, o que nos deu o terceiro lugar!!!

rallyecj4
Foto Vera Lambiasi

é isso, por fernando stickel [ 10:49 ]

erna hedwig stickel

Erna
Minha avó paterna Erna Hedwig Stickel (1889-1973) era um ser curioso. Discreta, não falava muito e não era particularmente afetiva. Com certeza uma pessoa que não despertava paixões.
Companheira do meu avô Arthur nos jogos de paciência no Guarujá, sentavam-se um em frente ao outro, e a cada rodada alternavam, um jogava e outro comentava, tudo em alemão.
Meu maior contato com ela era durante estas sessões de paciência, que eu acompanhava muito interessado, pois eles eram imbatíveis!
Nesta foto, pouco tempo antes de seu falecimento, creio ter captado sua bondade, ela era uma pessoa boa.

é isso, por fernando stickel [ 12:34 ]

edifício poema

poema
Na esquina das ruas José Maria Lisboa com Capitão Pinto Ferreira fica o “Edifício Poema”, simpático predinho de 6 andares, construído em 1954, ano do Quarto Centenário de São Paulo.
No segundo andar moravam meus avós paternos, Arthur e Erna. Vez por outra meus pais iam visitá-los comigo e meus irmãos. Nós os netos nos sentávamos educadamente na mesa para um lanche de biscoitos ou bolo com suco. Em uma das portas da garagem que dava para a rua morava o Dodge “Fluid Drive” 1946 do meu avô.
Quando meu avô faleceu em 1967, fui ao apartamento, ele estava deitado na cama, vestido para o funeral, com aquele pano amarrado na cabeça segurando a mandíbula. Fiquei chocado, acho que foi a primeira vez na vida que vi um cadáver, eu tinha 19 anos.
Me impressionou a ausência de sua monumental barriga, meu avô foi “forte” a vida toda, e lá estava ele magro e morto.
Acho que nunca mais voltei ao apartamento, pouco tempo depois minha avó faleceu.

é isso, por fernando stickel [ 8:05 ]

pai e filho campeões!!!!!!!!!!

balder
Terminando o ano como campeões!!!!!!
Pai e filho, Fernando e Arthur Stickel, primeiro lugar na prova de hoje (4ª etapa) em Interlagos, e campeões do Torneio Interlagos de Regularidade 2013, na categoria duplas modelos clássicos, promovido pelo Jan Balder.
A máquina, aliada perfeita na conquista, eficiente, silenciosa, clássica, chique, Mercedes-Benz 280 SL 1970 forever!!!!!!!

quarta

balder 2013
Campeões 2013!!!!

é isso, por fernando stickel [ 19:24 ]

rallye volare: primeiro lugar!

volare2
Arthur meu filho e navegador, e eu piloto faturamos mais um “Primeiro Lugar” no rallye de Regularidade “Volare” do MG Club. O Volare realizou-se em 31 Agosto 2013, mas seu resultado só foi divulgado agora.

volare 4

volare
O rallye de regularidade MG Club do Brasil Challenge é composto de dois rallies, onde se somam os pontos, o Rallye Volare e o Rallye de Campos do Jordão, que teve também uma prova noturna na sexta-feira.
Na soma de três rallyes, sendo que o rallye noturno não conseguimos fazer, ficamos em 6º lugar!

é isso, por fernando stickel [ 9:01 ]

dia dos pais

pais

Dia dos Pais

A gente está cansado de saber que pai não serve para muita coisa não, importante de verdade são as mães… ainda assim tive a grata surpresa do convite da minha filha Fernanda para um delicioso almoço de domingo na sua casa, preparado com maestria por seu marido Plauto.

Ocasião rara e de grande prazer, juntar todos os filhos, Fernanda, Antonio e Arthur, inclusive o Jimmy Hendrix, meu neto Samuel, minha mulher Sandra e minha mãe Martha.

Levei vinhos espanhóis da Ribera del Duero, muito bons, foi ótimo!!!

é isso, por fernando stickel [ 11:40 ]