aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003


Muitos anos atrás, por volta de 1980-81, tive claramente uma visão e um desejo: Quero ser artista plástico profissional.
Logo em seguida, colocando o desejo em prática, mudei toda a minha vida.
Separei da Iris, com quem estava casado, mudei de casa e saí da sociedade que tinha com Lelé Chamma na Und, tudo no mesmo ano.
Hoje, várias mudanças mais tarde, quero apenas fazer este blog funcionar direito!

é isso, por fernando stickel [ 18:06 ]

O borracheiro da Rua Nova Cidade, na Vila Olímpia.
Ou está consertando pneu ou jogando dominó, sempre de charuto na boca.

é isso, por fernando stickel [ 0:00 ]


Obrigado Santo Protetor dos Operados de Hérnia do Disco, obrigado Senhor, obrigado Cosmos, obrigado Budas, obrigado Céus, obrigado Tudo e Todos que me permitiram mais uma manhã gloriosa de domingo sem dor nas costas!

é isso, por fernando stickel [ 15:23 ]


Das minhas anotações, Robert Motherwell disse:

O artista tem que ser um corredor de longas distâncias, um fundista, maratonista, ultra-maratonista, não pode desistir nunca e jamais esmorecer. Seu objetivo e sua paixão estão lá, de manhã, à tarde e à noite, todos os dias da sua vida.

é isso, por fernando stickel [ 0:00 ]


Fiquei tão excitado que meu primeiro post funcionou que fui tomar uma cerveja pra comemorar.
Merda! Geladeira vazia, então vou continuar no conhaque mesmo, e pra comer achei uma pizza congelada e vencida, microondas nela!

é isso, por fernando stickel [ 3:57 ]


23:15 – Acendi um Partagas D4, enquanto assistia no Cinemax a um filme espanhol, sequestro, assassinato, ETA. Na primeira baforada o gosto me soube europeu. Conexão direta e óbvia, Cuba / Espanha, um dos personagens, sempre de charuto na mão, me despertou a vontade.
Sirvo-me de um Hennessy. Fundador teria sido mais adequado, tenho no estúdio, mas aqui em casa foi Hennessy mesmo, e o telefone toca, no filme. O mocinho toma um tiro, fica sem a mocinha e meu charuto nem chegou à metade.
23:45 – Tá me dando uma fome danada, mudo para HBO e dou de cara com Park Avenue Café, onde um bandido acende seu charuto, bebe Bourbon e a promotora mocinha fala de Chanel 22. Agora neva e o conhaque começa a fazer efeito. Retiro cuidadosamente o anel do charuto.
Who is Rock Hudson? And so he removed the wire from her. O charuto apagou e o estuprador atacou novamente na eaquina da Columbus Av. com 89 St. Late 30s, caucasian, 98 Land Rover. Gelatina vermelha, Sunrise, Empire State Building.
Who is Scarlett O’Hara? Meus pés ficaram frios, a gelatina acabou, charuto apagou, conhaque acabou, filme terminou. – 00:27

é isso, por fernando stickel [ 3:10 ]