aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

ruído na hípica paulista

exaustor
A Saga do Exaustor Capítulo I

Na Sociedade Hípica Paulista concluiu-se recentemente uma mui necessária reforma da cozinha, onde foram investidos mais de um milhão de reais.
Ocorre que um dos equipamentos (mal) instalados é um exaustor que emite das 5 da manhã até tarde da noite um ruido insuportavel, além da total falta de compatibilidade estética em sua acomodação junto à chaminé do prédio.

O silêncio, na nossa gigantesca Paulistânia caótica é um bem cada vez mais raro e precioso, e perdê-lo justo no local destinado ao lazer é uma afronta aos sócios, que pagam caro para ter o privilégio de frequentar uma área verde imensa, uma ilha de tranquilidade em meio ao caos urbano.
Eu que frequento diáriamente a área da piscina, fitness e vestiário, as mais afetadas pelo ruido, o qual escuto até com os “plugs” de natação nos ouvidos, estou indignado. Outros sócios e os funcionários que trabalham o dia inteiro ao alcance do ruido também não estão nada satisfeitos…

A progressiva erosão dos padrões de habitabilidade em uma cidade como São Paulo é um fato conhecido e lamentável, e permitir que esta tendência se faça presente em um local onde poderia ter sido facilmente evitada é de uma irresponsabilidade suprema. Com a palavra os responsaveis…

é isso, por fernando stickel [ 14:12 ]

2 comentários

silêncio na hípica — aqui tem coisa

julho 15th, 2012 at 19:02

[...] do assunto “Silêncio na Hípica Paulista”: Nada como o contraditório… Hoje cedo fui à Hípica Paulista para minha aula de natação. [...]

Plinio Toledo Piza

julho 17th, 2012 at 0:43

Caro Fernando, quando frequentei a Hípíca Paulista, ainda muito jovem, não havia barulho, nem nada. Informo, por curiosidade, que o projeto original da Hípica (sem barulho) é de um engenheiro parente meu: LULU PIZA, se não me engano. Meu pai dizia que foi o mesmo que projetou aquelas casas da Rua Mariana Correia, onde Cação e eu, montamos nosso primeiro studio, que vc já mostrou no blog. Abraço. Plinio

Deixe seu comentário