aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

viagem

casamento em punta del este

Nós vamos dar um pulinho ali em Punta Del Este para o casamento da Clara & Felipe, té já!

é isso, por fernando stickel [ 23:10 ]

reveillon na casa dos arandis


Uma semana no paraíso!
Passamos o réveillon na gloriosa Bahia, hóspedes da Casa dos Arandis na Praia dos Algodões, Península de Maraú.
Praia limpa, enorme, vazia, boa de caminhar e em muitos trechos boa também para bicicletar.
Natureza (ainda) preservada, um privilégio!

é isso, por fernando stickel [ 14:44 ]

bellevue strand

bellevue
Momento Luigi Ghirri em Bellevue Strand, Dinamarca.

é isso, por fernando stickel [ 17:52 ]

mercedes em krakov

krakov

mercedesbenz
No nosso destino inicial, a cidade de Cracóvia na Polonia, encontramos no centro histórico esta bela Mercedes-Benz na esquina de Szpitalna x Mikolajska.

é isso, por fernando stickel [ 9:02 ]

pulinho na polônia

bandeirasnova
Vamos dar um pulinho ali na Polônia, Suécia e Dinamarca, já voltamos!

é isso, por fernando stickel [ 12:50 ]

photo london

photo london

photo london2

O salão Photo London foi criado em 2015. Sua segunda edição ocorre de 19 a 22/5/2016, acabei de visitá-lo no Somerset House em Londres. Muito grande, cheio de atrações, publicações, e com enorme diversidade na apresentação de fotos de diversas épocas e estilos.

Muito interessante constatar uma característica comum a eventos deste tipo mundo afora: Os frequentadores de exposições de arte, salões e bienais se encaixam sempre mais ou menos nos mesmos tipos:

– O barbudinho silencioso e mal vestido, zeloso de sua enorme importancia para o cenário da arte
– A mulher gostosa e bem vestida
– O colecionador rico e espalhafatoso, que adora ser bajulado pelo
– Marchand metido e adulador
– Os jovens curiosos e genuinamente interessados
– O cara que não tinha nada melhor pra fazer e resolveu dar uma passadinha
– O expert em boca livre
– O colecionador estudioso, discreto e elegante
– Senhoras gordas e suarentas vestidas de preto
– O marchand intelectual, que não se esforça o mínimo para agradar a seus clientes
– Chatos como eu, que ficam observando para criticar depois…
– Etc…

é isso, por fernando stickel [ 13:18 ]

reveillon na bahia

fsms
Minha mãe e eu na Praia do Espelho, fotografados pela Sandra.
As férias de réveillon na Bahia foram excelentes!
Pela quinta vez Sandra e eu estivemos no Outeiro das Brisas, desta vez com a companhia da minha mãe Martha, da minha filha Fernanda e seu marido Plauto, do meu neto Samuel e minha meia-neta Aninha, pois ela é meia-irmã do Samuel.

fam
Plauto, Aninha, Fernanda e Samuel.

sandraouteiro
Sandra.

é isso, por fernando stickel [ 15:16 ]

pulinho na bahia

familia174hgppol
Foto German Lorca, anos 50.
OK, ok, lição de casa feita, missão cumprida, o ano acabou, panetones e Papai Noel, agora vamos dar um merecido pulinho ali na Bahia e já voltamos!

é isso, por fernando stickel [ 22:09 ]

paris, frança, 13/11/2015

france
Paris, França, 13/11/2015

é isso, por fernando stickel [ 8:46 ]

boi em visconde de mauá

boi36
Visitamos o meu amigo José Carlos BOI Cezar Ferreira em Visconde de Mauá, onde ele está morando e trabalhando. Em Novembro ele exporá trabalhos novos em São Paulo, aguardem!

é isso, por fernando stickel [ 9:22 ]

pai herói

jk
Por conta desta foto do pai dos meus amigos José e Roberto Rodrigo Octavio, publicada no Facebook lembrei do meu pai, Erico João Siriuba Stickel em circunstâncias bem interessantes!

Nas férias de Julho lá nos anos sessenta meu pai enfiou cinco moleques, entre 11 e 17 anos, em seu Alfa-Romeo JK e fomos para Minas Gerais! Infelizmente não tenho fotos desta viagem.

Se bem me lembro foram nesta viagem, além do meu pai ao volante o meu primo Bernardo, meu irmão Neco, meu amigo Klaus e o meu primo Renato (Pimp’s) O carro tinha banco inteiriço na frente, por isso cabiam três na frente e três atrás.

Lá no meio do sertão de lugar nenhum, final da tarde, envoltos em densas nuvens de poeira, encontramos uma pousada, se é que poderia ser denominada assim, os quartos estavam fechados, sem uso, ao serem abertos estavam totalmente empoeirados, parecia cena de filme.

Meu pai perguntou se teríamos algo para comer, diante da afirmativa sentamos e meu pai perguntou a cada um o que queria, acho que o máximo que o local poderia nos servir era um sanduiche de pão com mortadela e tubaína.

Naquela situação de penúria o Renato pediu: Tio Erico, quero melão com presunto!!!!

Situação digna de pai herói!!!

é isso, por fernando stickel [ 10:56 ]

musée renoir

renoir1
C’est en 1908 que Renoir s’installe aux Collettes, magnifique propriété plantée d’oliviers et d’agrumes d’où l’on découvre un superbe panorama qui s’étend jusqu’au Cap d’Antibes.

Le climat lui convient, la lumière et le paysage le subjuguent, lui offrant la possibilité de reproduire en plein air sur la toile les couleurs chatoyantes des oliviers, des fleurs, des fruits de son domaine mais aussi les corps lumineux et sensuels de jeunes Cagnoises.

C’est aussi à Cagnes-sur-Mer qu’il aborde la sculpture pour la première fois.

N’ayant plus tout à fait le libre usage de ses mains, il fait appel à un jeune élève de Maillol, Richard Guino, qui sert avec intelligence et sensibilité ses besoins de sculpture.

Affaibli par la maladie, Renoir peint jusqu’à sa mort, avec bonheur et frénésie, faisant éclater sa joie de vivre sur les toiles.

Le Musée Renoir reste un merveilleux témoignage de l’univers créatif du Maître avec ses 14 toiles, ses sculptures, son mobilier d’époque, son atelier et ses objets familiers.

renoir2
A casa hoje, recém reformada em Cagnes-sur-Mer, França.

renoir3
Escultura no jardim.

renoir4
Um dos quartos.

é isso, por fernando stickel [ 18:40 ]

cui1
Tomás brinda e Sandra fotografa a Silvia.

Nossa viagem passou por muitos restaurantes, muitos vinhos e refeições de excelente qualidade, e também por restaurantes mais simples, como esse em frente ao Château de Gordes, Les Cuisines du Château, que são tocados muitas vezes por uma família e um ou dois empregados no máximo.

cui2
A gastronomia é uma alegria na França, é uma celebração a cada refeição, em qualquer lugar, em qualquer nível.

cui3
Os locais são lindos, maravilhosos!

cui4

é isso, por fernando stickel [ 17:54 ]

mont ventoux

v1
O Santo Graal do ciclismo, Mont Ventoux fica na França, no centro da Provence, região de Vaucluse.
Todos os dias, centenas de ciclistas suam a camisa para chegar ao cume, esforço sobre-humano que se repete todos os anos na maior competição do ciclismo, o Tour de France.

v2
É uma subida vertical gigantesca!

v3
Sandra e nossos companheiros de viagem, Tomas e Silvia.

é isso, por fernando stickel [ 10:40 ]

verão na côte d’azur

O verão francês na Côte d’Azur.

co1
Na França, piscina do Hotel/Restaurante La Colombe D’Or, em Saint Paul de Vence. Acho que é a única do mundo com uma escultura de Calder!!!

co2
Jaguar E Type em frente ao Hotel Belles Rives, Juan Les Pins.

co3
Ciclista em Cap D’Antibes.

co4
Famílias encontram pequenos espaços para relaxar em Cap D’Antibes.

co5
Praia em Antibes.

é isso, por fernando stickel [ 18:19 ]

velocidade ridícula

50
Limites ridículos de velocidade em São Paulo.

Acabo de viajar de automóvel pela França, Provence e Côte d’Azur. Guiei cerca de 2.000 km em autoestradas, estradas secundárias e cidades.

A regra de velocidade no país é simples e clara, assim que você sai do aeroporto guiando o seu carro alugado, uma placa informa os limites de velocidade:

Autoestradas 130km/h
Estradas secundárias 90km/h
Cidades: 50km/h

Na autoestrada em trechos de curvas o limite cai para 110km/h ou mesmo 80km/h, passado o trecho de redução o limite volta a 130.

Nas secundárias e nas cidades ocorre o mesmo, redução em trechos mais perigosos. Em cidades minúsculas, onde a estrada corta o centro da cidade, a velocidade cai para 30km/h, mas estes trechos nunca superam no máximo 1km.

Não vi acidentes e peguei poucos congestionamentos. Não caí em um único buraco, o asfalto e a sinalização são impecáveis. Todos guiam pela faixa da direita, deixando a faixa da esquerda livre para ultrapassagens.

Que tal o prefeito Malddad e sua equipe petralha pesquisar um pouco como se faz no primeiro mundo antes de ficar amadoristicamente testando seus factóides arrecadatórios em São Paulo?

É óbvio que a redução de acidentes e mortes envolve muito mais elementos que simplesmente a velocidade, a começar pela manutenção das pistas, cheias de buracos, punição efetiva dos transgressores, o que não ocorre, etc… etc…

E tudo isto sem falar na indústria da troca de placas…

provence
Nesta estrada, no coração da Provence, o limite é de 90km/h. Repare a placa de atenção aos animais…

é isso, por fernando stickel [ 8:52 ]

verão na côte d’azur

cote
Calor, beleza, água limpa, educação, silêncio, ocupação de todo e qualquer milímetro de frente para o mar, esse é o padrão na Côte d’Azur.
Famílias francesas em férias de verão, turistas, milionários, ciclistas, pedestres, todos convivem em harmonia na grande festa!

é isso, por fernando stickel [ 18:21 ]

de chagall à malévitch

gr1
Sandra e gigantesca tela de Chagall

No Grimaldi Forum em Monaco visitamos a magnífica exposição “De Chagall à Malévitch, la Révolution des Avant-Gardes”

La grande exposition d’été 2015 du Grimaldi Forum, produite dans le cadre de l’Année de la Russie en Principauté de Monaco, est un des événements marquants de cette célébration.
Cette exposition réunit 150 œuvres majeures de grands créateurs qui composent le mouvement des avant-gardes en Russie. Entre 1905 et 1930, différents courants et écoles voient le jour, animés par l’énergie et la richesse de la création au début du XXe siècle : après l’impressionnisme, vient le temps du cubisme, futurisme, cubo-futurisme, rayonnisme, suprématisme, constructivisme…
Les artistes russes ont façonné une modernité sans précédent, se démarquant totalement de ce que l’on connaissait jusqu’alors, bouleversant des siècles de convention voire d’académisme.
Le caractère exceptionnel de l’exposition du Grimaldi Forum repose sur le prêt d’œuvres en provenance de Russie qui étaient jusqu’à présent figées dans les collections des galeries nationales ; ces prêts tout à fait remarquables viendront s’ajouter à ceux de différents grands musées européens.

gr3

gr2
Um dos detalhes da montagem impecável é a MyTouchGallery, “selfie” a partir das imagens das telas da exposição, que são projetadas e às quais você se junta, a foto é imediatamente postada no Facebook…

gr4
Do lado de fora, em temperaturas de 35 a 40 graus, o simpaticíssimo Cafe Pantone, onde você pode inclusive tomar uma “raspadinha”!!!!

é isso, por fernando stickel [ 18:04 ]