aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

conjunto coral de câmara de s.paulo

klaus-dieter-wolff
À esquerda Klaus-Dieter Wolff, à direita Roberto Schnorrenberg.
De 1964 a 1969 cantei no naipe dos tenores de um grupo coral amador chamado Conjunto Coral de Câmara de São Paulo, regido por Klaus-Dieter Wolff (1926-1974) dedicado a repertórios medievais, renascentistas, de música contemporânea e de autores brasileiros.

Eu morava com meus pais na R. dos Franceses na Bela Vista e ia a pé aos ensaios no Colégio Visconde de Porto Seguro na Praça Roosevelt, duas vezes por semana, à noite.
O grupo se apresentava em teatros, igrejas, na TV, na Semana Santa viajávamos sempre para Santos e lá nos apresentávamos em uma igreja, ocasionalmente haviam apresentações conjuntas com o Madrigal Ars Viva de Santos e o Collegium Musicum de São Paulo, sob regência de Roberto Schnorrenberg (1929-1983)
A maior glória foi uma destas apresentações conjuntas no Teatro Municipal de São Paulo, com a casa cheia, em 7/12/1968 com o Vespro della Beata Vergine de Claudio Monteverdi.

coral2
A emoção de se apresentar com orquestra sinfônica completa, quase cem vozes e casa cheia é indescritível.
Depois das apresentações o grupo terminava invariavelmente em uma pizzaria, com todos cantando e sendo aplaudidos pelos outros comensais.

é isso, por fernando stickel [ 9:52 ]

2 comentários

Gílio de Oliveira Melo

abril 29th, 2011 at 13:37

Sr.Fernando. O Madrigal Ars Viva faz 50 anos hoje.Faço parte do conjunto desde 1974 e não tive oportunidade de cantar essa peça.Seria possível nos ceder por e-mail essa foto histórica, única que não temos em nosso acervo, a título de presente? Se julgar necessário faremos um pedido oficial. Muito obrigado.Tenha um bom dia. Abraço.

fernando stickel

abril 29th, 2011 at 18:12

Gilio, pode simplesmente copiar do blog, o original nem sei mais onde está…

Deixe seu comentário