aqui no aqui tem coisa encontram-se
coisas, coisas, coisas...
...desde janeiro de 2003

Resultado da busca

mulheres de talento

talento
Na próxima terça-feira, 15/12 a Fundação Stickel fará a festa de Natal e o encerramento dos trabalhos de 2009 do Programa Mulheres de Talento.

Salão da Paróquia São José Operário, Jardim Damasceno, Vila Brasilândia
 
– Exposição dos trabalhos do curso de fotografia ministrado pelo fotógrafo Arnaldo Pappalardo
– Teatro das jovens participantes
– Apresentação de dança das crianças da comunidade
– Dança de Roda
– Papai Noel
 
Público esperado: 90 adultos e 60 crianças. 

pappa2
Arnaldo Pappalardo examina o local onde faremos a exposição de fotos.

Em tempo: Este curso passou a se chamar “Um olhar sobre a Brasilândia”, Projeto Contrapartida.

é isso, por fernando stickel [ 16:26 ]

mulheres de talento

retrato
No Projeto Mulheres de Talento da Fundação Stickel, que atende moças da Vila Brasilândia, durante a aula de fotografia de Arnaldo Pappalardo.

papp5
Arnaldo levou para a aula uma lona para fundo e ensina às moças enquadramento, iluminação, etc…

Em tempo: Este curso passou a se chamar “Um olhar sobre a Brasilândia”, Projeto Contrapartida.

é isso, por fernando stickel [ 16:09 ]

mulheres de talento

muher.jpg
Inaugurado há um ano, o Projeto Mulheres de Talento da Fundação Stickel proporciona às jovens mães solteiras as aulas da nossa voluntária Luli (de pé) de como se comportar à mesa, usar talheres, etc… Ela também dá aulas de sexualidade e de normas e condutas, como se apresentar, vestir, falar ao telefone, cumprimentar, etc…
Estas atividades, juntamente com as oficinas sócio-educativas, as conversas em grupo, o programa educativo de visitas a exposições e eventos culturais preparam estas moças para o mercado de trabalho e o empreendedorismo.

é isso, por fernando stickel [ 11:08 ]

mulheres de talento

talento.jpg
Levei meu filho hoje para conhecer o projeto Mulheres de Talento da Fundação Stickel, que vai completar um ano de existência mês que vem.
Tudo funciona, temos no momento 44 mulheres atendidas, as crianças idem, e a Tatiana que acaba de ser transferida para lá está feliz da vida!

é isso, por fernando stickel [ 23:23 ]

mulheres de talento

Ói eu aí falando do Programa Mulheres de Talento da Fundação Stickel, que atende moças da Vila Brasilândia.
O vídeo é de autoria do meu filho, Antonio Stickel.

é isso, por fernando stickel [ 22:36 ]

mulheres de talento

mulh2.jpg
Algumas das moças que já compõe o primeiro grupo de atendimento, com seus filhos.

A casa está pronta, ficou linda, foi amplamente elogiada, é um “hardware” pronto para operar. Agora iniciam-se os testes do “software”, os procedimentos internos, o cadastramento e seleção, como será feito o atendimento, etc…
Já está tudo no papel, mas entre a teoria e a prática haverão ajustes, complementos, inovações. Espero que em breve tudo esteja testado e operando a pleno vapor, e que estas moças possam realmente se beneficiar com o “PROGRAMA MULHERES DE TALENTO”.

PS para minha leitora Thais Batista: Venha conhecer o nosso trabalho “egoista”, talvez você se interesse em colaborar conosco.

é isso, por fernando stickel [ 11:33 ]

mulheres de talento

Sandra e Marcos Vinicius, a fotógrafa Silvia Russo e o Secretário Floriano Pesaro, as brincadeiras.

bacuri.jpg
Nosso dia hoje começou às sete da manhã, agora são quase onze da noite, e as forças voltam o suficiente para contar que a inauguração do Projeto Mulheres de Talento foi o máximo!

A partir das dez começaram a chegar os convidados, funcionários e parceiros da Fundação Stickel, família, o Secretário Municipal de Assistência Social, Floriano Pesaro, o Subprefeito da Freguesia/Brasilândia Odair Zioll e suas respectivas “entourages”, e mais o vereador Claudinho e outras tantas pessoas ligadas aos equipamentos sociais da região, no total cerca de 100 pessoas.
Por volta das onze, após breve discurso de cada um de nós três foi assinado, em cerimônia formal, o termo de parceria entre a Secretaria, Subprefeitura e Fundação. Em seguida foi servido café da manhã, tudo em altíssimo astral.

A partir das duas da tarde começaram a chegar as moças que estão sendo atendidas, com os filhos e famílias, representantes da comunidade local, vizinhos, etc…, somaram também cerca de 100 pessoas, houve contação de histórias, música, pipoca lanche, tudo muito alegre.
Às quatro, a arquiteta Sandra Pierzchalski e eu exaustos saímos à francesa, às cinco encerrou-se um dia glorioso, um marco para o bairro e para nós.

é isso, por fernando stickel [ 22:56 ]

mulheres de talento

79.jpg
É amanhã a inauguração do Projeto Mulheres de Talento!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

é isso, por fernando stickel [ 21:46 ]

mulheres de talento

mulhe.jpg
Neste sábado, 18 Agosto a Fundação Stickel inaugurará a primeira unidade do “Programa Mulheres de Talento” na região da Freguesia do Ó/ Vila Brasilândia, Zona Norte de São Paulo.
A solenidade contará com a presença do Secretário Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social – Floriano Pesaro e do Subprefeito da Freguesia do Ó/ Brasilândia – Odair Zolli. Nessa ocasião será assinado Termo de Parceria entre a Fundação Stickel e a Prefeitura Municipal de São Paulo para realização de ações conjuntas na Região.
Veja as fotos da casa AQUI.
Hoje, 16 Agosto 2007 realizou-se lá no local, pela primeira vez, uma reunião com um grupo de cerca de 20 mulheres!

é isso, por fernando stickel [ 15:54 ]

mulheres de talento

Faltam apenas dez dias para a inauguração do “Projeto Mulheres de Talento”!!!!
Clica aí e veja como está lindo!

(PS para o Milton Rivolli: Aqui se trabalha, simplesmente.)

é isso, por fernando stickel [ 16:07 ]

mulheres de talento

horta.jpg
Depois de uma longa negociação convencemos nosso vizinho a ceder seu quintal sem uso para que o “Projeto Mulheres de Talento” o utilize para fazer uma horta comunitária.
A inauguração do “complexo” está prevista para Agosto, e a nossa fantástica equipe continua a mil por hora.
Da esquerda para a direita, Ananias, motorista e faz-tudo, Iris responsável pela Identidade Visual da Fundação Stickel e sinalização, Super Sandra Pierzchalski arquiteta e tocadora de obra e João, empreiteiro.

Alguns aspectos da obra:

horta2.jpg

é isso, por fernando stickel [ 12:21 ]

mulheres de talento

bras11.jpg
Os responsáveis pela construção do sonho “Projeto Mulheres de Talento”: João o empreiteiro e Sandra Pierzchalski a arquiteta.

bras2.jpg
O endereço do Projeto: Rua Candida Franco de Barros 79, Freguesia do Ó.

bras3.jpg
A fachada.

bras4.jpg
O açougue da esquina da Rua Candida Franco de Barros com a Avenida Itaberaba.

bras5.jpg
Os fundos do imóvel.

bras6.jpg
Um dos vizinhos.

bras71.jpg
A cozinha do “Projeto Mulheres de Talento”, a parte mais avançada da obra.

bras8.jpg
A casa do Celso, nosso vizinho e locador.

é isso, por fernando stickel [ 12:31 ]

mulheres de talento


A arquiteta Sandra Pierzchalski está tocando a obra e detalhando a arquitetura do “Projeto Mulheres de Talento”, da Fundação Stickel, inclusive com a criação de uma maquete eletrônica, feita pelo nosso parceiro Bêra.
Esta é a sala onde as crianças ficarão brincando enquanto suas mães são atendidas.

é isso, por fernando stickel [ 12:35 ]

mulheres de talento


Marilena Flores no quintal da casa.

Amanhã inicia-se a reforma do imóvel que a Fundação Stickel alugou para implantar seu projeto social próprio, “Mulheres de Talento”. A decisão de investir nesta área foi minha, e envolveu toda a equipe da Fundação, com a inestimável colaboração de nossa consultora Marilena Flores, que elaborou o projeto.

“Mulheres de Talento”

A mulher negra tem sido, ao longo de nossa história, a maior vítima da profunda desigualdade racial vigente em nossa sociedade. Ela está mais exposta à miséria, pobreza, violência, analfabetismo e à precariedade de atendimento nos serviços assistenciais, educacionais e de saúde.

Está sujeita também a altos índices de gravidez na adolescência. São muitos os motivos que tornam uma adolescente mais vulnerável a uma gravidez, o principal deles é a falta de um projeto de vida e de perspectiva futura. Pelos dados do Ministério da Saúde, a adolescente que engravida uma vez, facilmente engravida uma segunda vez e, portanto, é preciso investir na redução da segunda gravidez.

Analisando este cenário e com a proposta de oferecer um modelo de atendimento que diminua seus efeitos perversos é que a Fundação Stickel elaborou o programa “Mulheres de Talento”, que tem como meta o aumento de oportunidades a serem oferecidas à mulher jovem, em situação de vulnerabilidade social e que esteja vivendo a experiência de uma maternidade precoce, estendendo as ações também aos seus filhos.

A Fundação Stickel optou por criar núcleos de atendimento direto em áreas de alta vulnerabilidade social, sendo que o primeiro será implantado no bairro de Vila Brasilândia, considerado um dos bairros com maior índice de vulnerabilidade juvenil e de menor IDH (índice de Desenvolvimento Humano), da Grande São Paulo.

O objetivo central desta proposta é oferecer a 100 mulheres jovens, oportunidade de desenvolvimento pessoal e social, através de apoio psicossocial, estímulo para a volta aos estudos; participação em ações sócio-educativo-culturais, tais como: oficinas de artes plásticas, oficinas musicais e corporais, onde possam fortalecer sua auto-estima; apoio à geração de renda  através de atividades de qualificação para o trabalho e incentivo ao empreendedorismo. Também haverá  espaço sócio-cultural e de brincar para os filhos, durante a permanência das jovens na Fundação, e atividades que favoreçam a construção de vínculos positivos para si e seus filhos e propiciem o descobrimento de significado para suas vidas.

O programa Mulheres de Talento adota a metodologia do desenvolvimento social sustentável investindo em capacitação, geração de renda e protagonismo das usuárias, apoiando-se na participação comunitária, parceria com organizações sociais locais ou regionais, públicas ou privadas, para a implantação e a gestão das suas ações.”

é isso, por fernando stickel [ 9:46 ]

o semeador – 20 anos

semeador
Wilson Alves e eu na creche O Semeador, Junho 2003

Em 1995/96 eu era sócio do Auto Posto Interlaken, na Av. Interlagos, e uma amiga me pediu para fazer uma conta corrente para o Wilson, que trabalhava na creche “O Semeador” no Jardim Roschel em Parelheiros, Zona Sul de São Paulo.

A idéia era criar a tradicional “cardeneta” para anotar as despesas de seu Fusca, para que ele pagasse a conta de gasolina no final do mês.

Aceitei o pedido, a coisa evoluiu e eu acabei por rasgar a “cardeneta” e pagar do meu bolso a conta de gasolina do Wilson por alguns anos, mesmo depois de já não ser mais sócio do posto.

Foi a minha estréia no Terceiro Setor, vinte anos atrás e sem muita consciência,

Mais tarde, já na vigência da reestruturação da Fundação Stickel em 2004, me aproximei mais da creche e de sua triste realidade. Organizei um mutirão de limpeza do mato, havia muitas cobras, criamos uma horta, e finalmente passei a responsabilidade dos cuidados com a creche para a Fundação Stickel.

A natural evolução da Fundação Stickel com a inauguração de projeto social próprio “Mulheres de Talento” em 2007 acabou por encerrar esta ajuda à creche, e outras ajudas similares que fazíamos a outras intituições.

é isso, por fernando stickel [ 19:17 ]

fundação stickel homenageada


Em Agosto de 2007 a Fundação Stickel inaugurou seu primeiro projeto social próprio “Mulheres de Talento” na R. Candida Franco de Barros, Freguesia do Ó.
Três anos depois, atuando na Freguesia e na Brasilândia, estamos preparando nossa mudança para a Paróquia São José Operário no Jardim Damasceno, Vila Brasilândia, no extremo norte da cidade de São Paulo.
Nossa atuação no território passou a ser orquestrada pela ótica da sustentabilidade, investindo em programas de geração de renda, educação, cultura, segurança alimentar, ecologia, etc… além do empoderamento da comunidade para resolução de seus problemas.

Na próxima segunda-feira, 30/8 a Fundação Stickel será homenageada na comemoração do aniversário dos 430 anos da Freguesia do Ó, iniciativa do vereador Claudinho de Souza.
Eu não sou muito bom no traquejo com este tipo de evento político, no entanto tenho consciência que de fato a Fundação Stickel fez a diferença nestas comunidades extremamente carentes.
É um trabalho de formiguinha, é uma gota no oceano, mas ainda assim foi reconhecido como positivo e propagador do ideal de melhorar as condições de vida de uma parcela enorme da população, com um dos piores IDH da cidade de São Paulo.

é isso, por fernando stickel [ 9:28 ]

juan esteves na brasilândia

renda
O Grupo de Geração de Renda-Padaria, criado pela Fundação Stickel, e suas coordenadoras nos rodeiam, Sandra minha mulher e eu.
O Grupo foi responsável pelo bufê servido na abertura da exposição de Juan Esteves hoje, na Casa de Cultura da Brasilândia.

Mais uma vez de um limão fizemos uma limonada.
Em quinze dias a equipe da Fundação Stickel estruturou e colocou a exposição no local, limpou a casa, preparou o bufê, fez os convites, e hoje abrimos a exposição com perfeição.
A Subprefeitura Freguesia/Brasilândia confiou a nós a responsabilidade pelo evento, e tenho certeza de que não se arrependeu.
Desta maneira a Fundação Stickel consolida definitivamente sua presença sócio-cultural na comunidade da Brasilândia, pois lá atuamos desde 2007 com o Programa Mulheres de Talento; na Unidade Básica de Saúde – UBS Terezinha, proporcionamos curso para adolescentes grávidas; no CEU-PAZ e Batuira estruturamos Grupos de Geração de Renda.
Também fomentamos o Programa Cidades em Transição que busca a sustentabilidade no território.
Na Paróquia São José Operário temos uma de nossas bases de trabalho, e neste momento nosso Programa Contos e Rimas de contação de histórias percorre as escolas e creches locais. Veja aqui o mapa de onde atuamos.

juan
Da esq. para a direita, o fotógrafo Juan Esteves, Monica Picavêa, Superintendente da Fundação Stickel e Rubens Moraes, Coordenador Cultural da Subprefeitura Freguesia / Brasilândia.

é isso, por fernando stickel [ 19:00 ]

melhor e mais justo

Costura 1  17.03
Reunião da Fundação Stickel no espaço da Assembléia de Deus Ministério Brasilândia, coordenada pela nossa técnicas Sandra Chamma e Cristiana Né Freire, da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Fundação Getúlio Vargas ITCP-FGV em 17/3/2010

Como nasce um sonho.

Acabo de receber este e-mail da Monica Picavêa, nova Superintendente da Fundação Stickel, enviado a toda a equipe da Fundação:

Boa Tarde,
Acabo de receber o relatório da primeira reunião oficial do Grupo de Costura do Bairro Caumbé (Vila Brasilândia, Zona Norte de São Paulo) do Programa Mulheres de Talento.
Parece bem banal, mas essa foto, com certeza será memorável. No dia em que essas mulheres fizerem a primeira venda dos produtos que confeccionarem juntas, vamos mostrar a elas esse momento, onde tudo parecia tão distante, e onde poucas pessoas conseguem ver o potencial.
A diferença, entre a Fundação Stickel, nós mesmos, e a sociedade em geral, é que ao olhar para essas mulheres, desarrumadas, muitas descabeladas, algumas com baixa auto estima… conseguimos enxergar mais…
Não vemos o que elas não têm, conseguimos ver o que elas têm.
Conseguimos ver o potencial que existe por trás destes rostos… conseguimos ver, não o desgaste da vida, que marca a face, mas a experiência e a garra que essa dureza trouxe para elas.
Essas mulheres, sentadas nas cadeirinhas marrons… são muito mais do que o que está nesta foto. 
Elas  são:  O NOSSO PRIMEIRO GRUPO DE GERAÇÂO DE RENDA …
EU VEJO ISSO…
E TENHO CERTEZA QUE VOCES TAMBÉM…
Parabéns equipe… Pela mobilização e por enxergarem com os olhos de dentro…

Eu fico emocionado, pois após quase seis anos de trabalho, com acertos, desacertos, encrencas, correções de rumo, etc… etc… finalmente vejo com clareza que estamos no caminho certo, agora tenho certeza que vamos realmente progredir na missão de transformar o país (começando por São Paulo…) em um local melhor e mais justo.

é isso, por fernando stickel [ 18:01 ]